A-Z índice do site

ONU destaca avanços para a paz na Líbia

Depois de dois dias de negociações, as partes em confronto na Líbia chegaram a um acordo sobre abertura de rotas terrestres e aéreas. O novo entendimento destaca ainda a importância de evitar uma escalada militar. 

A representante especial do secretário-geral e chefe da Missão de Apoio da ONU à Líbia, Stephanie Williams, disse que as conversas “foram marcadas por um alto grau de patriotismo e profissionalismo e uma insistência na manutenção da unidade e soberania da Líbia.”  

Representante especial interina para a Líbia, Stephanie Williams, Foto ONU/Eskinder Debebe

Acordo 

Os encontros acontecem em Genebra e reúnem representantes da Comissão Conjunta Militar, conhecida como 5+5. Segundo Williams, o acordo inclui várias questões que “afetam diretamente a vida e o bem-estar do povo líbio.” 

Primeiro, o entendimento prevê a abertura das rotas terrestres que ligam todas as regiões e cidades da Líbia. 

As condições socioeconômicas pioraram em toda a Líbia, mas são especialmente terríveis no sul do país. A região foi marginalizada e privada de serviços básicos, como entrega de combustível e dinheiro.  

Os 5 + 5 também decidiram reabrir as rotas aéreas em toda a Líbia, principalmente voos para Sebha, que é a capital administrativa da região sul, o mais rapidamente possível. 

As partes destacaram a necessidade de acabar com o “uso de retórica inflamada e interromper o uso de discurso de ódio”. O pedido feito às autoridades judiciais é que tomem as medidas necessárias para responsabilizar os canais e as plataformas que têm promovido o discurso de ódio e incitado à violência. 

Os dois lados também concordaram em apoiar e continuar o atual estado de calma nas linhas de frente e evitar qualquer escalada militar. As partes devem ainda apoiar os esforços para a troca de detidos, especialmente aqueles realizados pelos conselhos de anciãos. 

Petróleo 

Com relação à questão da retomada total da produção petrolífera, os dois lados concordaram em trabalhar com um representante da Corporação Nacional de Petróleo para reestruturar as instalações. O objetivo é garantir o aumento e a continuação do escoamento do petróleo da Líbia. 

Esta quarta-feira, o foco das duas partes é abordar a questão da região central da Líbia, abrindo caminho para um acordo de cessar-fogo. 

Encontro dos 5+5 em Genebra, Foto ONU / Violaine Martin

A chefe da Unsmil diz que as conversações ocorrem “em um cenário de muitos desenvolvimentos positivos, incluindo a continuação da calma nas linhas de frente e a retomada de metade da produção de petróleo do país.” 

A operação política da ONU destaca ainda um “aumento da fluidez social e política entre os líbios”. Um exemplo disso foi a visita feita no fim de semana a Misrata por anciãos orientais para discutir uma troca de detidos. 

Encontro 

A Unsmil termina a preparação para o lançamento do Fórum de Diálogo Político da Líbia, a ocorrer em Túnis em 9 de novembro.  

Na preparação dessas conversações, a missão realizou uma série de consultas “com uma ampla gama de partes interessadas, incluindo jovens líbios”.  

Stephanie Williams disse ainda que “à luz dessa esperança emergente e desses desenvolvimentos positivos” este é o momento de reiterar o apelo do secretário-geral por um cessar-fogo global. A representante pede que as duas partes “resolvam todas as questões pendentes e estabeleçam um acordo de cessar-fogo duradouro.” 


últimos artigos